Erlend Øye e El Perro del Mar

18 12 2006

Em sua apresentação em São Paulo, na última sexta-feira, Erlend Øye tocou de tudo um pouco. Deu até para tocar um trechinho da clássica “Range Life”, do Pavement. E ele ainda discotecou, dançou…

Muita gente acha o cara um mala. De fato, alguns indícios de chatice estão presentes: minimalismo levado às últimas consequências, voz e violão baixinhos, composições ultra-delicadas, insistentes pedidos de silêncio à platéia. A questão é que as canções do Kings of Convenience têm qualidade indiscutível, e mesmo os outros projetos do norueguês são redondos. Basta escutar - em disco, de preferência - “Know How” ou “Toxic Girl” para entender porque havia alguma coisa de especial em meio àquela presepada.

Assista: Erlend Øye - Burning (Whitest Boy Alive) @ Studio SP (2006 12 15)


Quanto ao show da Perro del Mar no Sesc Vila Mariana, uma palavra basta: irretocável. Som e clima perfeitos para que Sarah executasse quase todas as músicas de seu disco homônimo de estréia. Para quem ainda não a ouviu, a sueca soa como uma mistura de Nico e Joanna Newsom. Tudo com muito bom gosto, sem pedantismo e com produção impecável.

Assista: El Perro del Mar - I Can’t Talk About It @ Sesc Vila Mariana (2006 12 16)



Ações

Informações

4 Respostas to “Erlend Øye e El Perro del Mar”

18 12 2006
Laurindo (17:10:50) :

Como falei com o Bruno por chat hoje, imagino que a surpresa de tal euforia foi enorme de ambos os suecos. Eu havia falado com Jens Lekman no inicio do ano, uma das primeiras coisas que afirmei foram: você precisa ir ao Brasil, você tem muitos fã la. A profecia tomou forma. Você tiveram sorte em poder vê-los reunidos.
Eu ja havia escutado ecos sobre o temperamento do norueguês, mas nunca o vi ao vivo.
Quanto à Sarah, ela tem uma timidez encantadora e essa falta de segurança é atenuada durante o show. A banda que abriu para ela em Paris se chama The Tiny e sao igualmente suecos. Foi uma escolha pessoal da Sarah de apresenta-los aos franceses, embora sejam artistas diferentes sao composiçoes e uma visao musical que buscam a mesma direçao.

19 12 2006
Ana (22:17:36) :

adorei a descrição do show da Sarah. Mesmo com ingresso, não consegui ir… uma pena. Adorei suas fotos, e sua solidariedade ao Erlend. Eu gosto de KingsOfConvenience. Mas ele realmente me cansou um pouco. O pessoal do Studio até desconfia que ele tenha TOC. A passagem de som durou três intermináveis horas… qualquer barulho era motivo para recomeçar a música do zero. Prometo ser mais tolerante na próxima. =)

21 12 2006
Bruno Orsini (01:39:03) :

hahaha. verdade, ana - ao julgar pela breve conversa que tive com o erlend oye, tudo indica que ele tenha TOC mesmo. no mínimo… três horas para passar o som num show “simples” assim é difícil de entender.

fiz mais videos do show da sarah. depois gravo pra você.
bjos

8 01 2007
priz (14:57:11) :

erlend oye en buenos aires!!
19/01

Deixe um Comentário

Você pode usar essas tags : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>